quarta-feira, 27 de dezembro de 2006

Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil

Folha de S. Paulo, sexta-feira, 8 de Dezembro de 2006

Museu paga R$ 500 mil por pena usada por princesa para assinar Lei Áurea

Rio - O Museu Imperial comprou por R$ 500 mil a pena de ouro que a princesa
Isabel usou para assinar a Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil em
1888.

O primeiro dia de exibição ainda não foi definido, mas isso deverá ocorrer
até o dia 20. A peça ficará em definitivo no museu, em Petrópolis.

A direcção da instituição já definiu o local em que a pena ficará exposta.
Ela será exibida dentro de uma vitrine de segurança na sala da coroa de D.
Pedro I.

Com recursos do Ministério da Cultura, a pena foi comprada do bisneto da
princesa, d. Pedro Carlos. Por tradição, o objecto, que ainda tem pequenas
marcas de tinta na ponta, era passado ao primogénito da família de geração
em geração. A pena de ouro 18 quilates é cravejada de 27 diamantes e 25
pedras vermelhas.

"A peça possui um valor incalculável. A pena é um objecto-símbolo para todos
os brasileiros. É, ao mesmo tempo, um registro das nossas raízes", afirmou
Maurício Valente, chefe do sector de museologia do Museu Imperial.

 



0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial